top of page
  • Foto do escritorPedro Tânger

Como é a falha pode gerar crescimento


É difícil aceitarmos as nossas falhas.

Contamo-nos histórias lógicas e sensatas que explicam onde estamos e como cá chegámos. São tão boas e coerentes, que até nós acreditamos nelas.


Nessas histórias, costumamos ser a vítima injustiçada ou o herói incompreendido que está onde está mas não devia lá estar.


Contudo, se quisermos viver uma vida com propósito, temos de assumir a responsabilidade dos nossos melhores e piores momentos.


Assumir a responsabilidade sobre algo abre-nos a porta para a ação. Ao contrário, a vitimização deixa-nos no conforto de não ter que mudar.


A responsabilidade é a linguagem do crescimento, tudo o resto são histórias, são fantasias que perpetuam a estagnação.


A pergunta que podemos fazer para levantar este véu é simples: de tudo isto que me aconteceu, o que é que foi da minha responsabilidade?


A resposta a esta pergunta, ainda que desconfortável, é o ponto de partida para a verdadeira mudança.


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page